quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Neve na cabeça ou "A vida como ela é"

Enquanto escrevo, continua nevando. A quantidade de neve acumulada nos permitiu até fazer nosso primeiro boneco. E não para! Hoje, pela manhã, carimbei minha carteirinha da FUNAI. Só porque os ônibus estavam funcionando, presumi que tudo estaria normal. Errei feio. Congelei meus pés, porque, com a neve alta e fofa, me pés ficaram encharcados. Meu calçado só serve quando não neva. Tenho que comprar uma bota adequada para dias assim. Tentei fazer meu Social Security Number, mas, chegando lá, estava fechado por causa do tempo. Fora isso, desci na parada errada, peguei ônibus errado, etc. Seria divertido tudo isso, não fosse o frio danado nos pés.
Agora já sei, quando nevar, não adianta querer dar uma de “macho”: o negócio é ficar em casa, quieto, esperando o tempo melhorar. Tinha três coisas para resolver na rua. Voltei pra casa sem resolver nenhuma delas. A vida como ela é! Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário